O verdadeiro sentido da páscoa

A mensagem simples que mudou o mundo para sempre foi: “Ele não está mais aqui. Ele ressuscitou”.
A Páscoa trata do sentido da nossa vida, da razão da vida do ser humano. Ela trata da eternidade.
Esse fato muitas vezes fica perdido na correria da sobrevivência diária. Ficamos presos nas buscas frenéticas e na corrida da vida, totalmente absorvidos e orientados pelas exigências do mundo, não só incapazes de nos libertarmos, mas ignorantes do fato de que estamos presos.
A Páscoa trata da ressurreição — a de Jesus e a nossa. Mas até a idéia de ressurreição é rejeitada pelos gurus intelectuais entre nós. Segundo eles, “depois da morte não existe mais nada. Seria preciso um milagre para alguém ressuscitar, e não existem milagres”.
Se milagre é algo que não pode ser explicado cientificamente, pode-se dizer que cada um de nós é um milagre ambulante, e tudo o que vemos, ouvimos e tocamos são milagres.
Desejamos entender, e somos impelidos na direção dos céus por um instinto caseiro. Quem dera existisse algum ponto de vantagem, um local filosófico onde pudéssemos recuar um pouco e nos afastarmos de nós mesmos para nos vermos claramente dentro da perspectiva de toda a criação e da eternidade.
Os cristãos encontraram esse lugar, e seus rostos refletem a alegria derivada dessa descoberta. Dali eles vêem que o plano completo para suas vidas vai se concretizar, realizar e ser compreendido não nesta vida, mas na perspectiva do eterno.
Essa é a essência da Páscoa. As palavras ecoam por toda a criação: “Ele não está mais aqui. Ele ressuscitou”.
Bjs, Rosana

Nenhum comentário

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Responderei em breve. Beijos da Rô

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...